no Rio Grande do Sul

  


Categoria: Históricos

O Brasão da Bandeira do Rio Grande do Sul teve forte influência maçônica.
Ele foi desenhado originalmente pelo padre Hidelbrando e desenhado em arte final pelo Major Bernardo Pires, que era Maçom e fez toda uma alegoria maçônica ao executar a obra. Os dois foram ilustres farroupilhas.

Os manos poderão conferir, os dizeres são: ‘Liberdade, Igualdade, Humanidade‘,

Na cidade de Gramado existem ruas e travessas com os nomes de uma administração de Loja Maçônica:

Travessa do Orador
Travessa do Hospitaleiro
Travessa do Secretário
Travessa do Arquiteto
Travessa do Chanceler
Travessa do Escocês

Todas são transversais da Rua Acácia Negra, que termina na Praça Cônego das Mercês.

No mesmo bairro, existem ainda, do lado direito da Avenida Coronel Diniz, a Rua do Vigilante, que se cruza com a Rua do Venerável.

E ainda no Bairro Floresta, a Rua Coluna do Norte e a Travessa Hiram.


Fonte: Fraternidade Farroupilha