O ESPLENDOR DO RITUAL DE EMULAÇÃO


Autor/Postado por: Reinaldo de Freitas Lopes
Publicado em: 05/01/2023



Meus queridos e amados irmãos, como descritivo a minha Prancha de hoje, Emulação não é um Rito.

Características do ritual:

Em relação a outros rituais, em especial ao praticado no Rito Escocês Antigo e Aceito que é o mais comum no Brasil, o Ritual de Emulação pode ser resumido como *espartano*, ou seja, as Lojas têm menos adereços especiais, os procedimentos são mais objetivos, as cerimônias são mais enxutas.

A maçonaria como ciência iniciática se exterioriza de várias formas diferentes, propiciando uma verdadeira universalidade de ritos e rituais.

A maçonaria Inglesa, sendo o berço do sistema obediencial que atualmente praticamos, influenciou diretamente na criação de todas as potências que a sucederam e também os ritos que vieram a ser criados posteriormente.

Não podemos compreender o rito ou ritual como um fim em si mesmo, mas, sem dúvida, foi a forma que a Maçonaria buscou para transmitir seus conhecimentos aos seus iniciados e, desta forma, passou a ser a Escola de Moral e Princípios mais interessante e completa que a sabedoria humana criou.

ORIGEM DO RITUAL EMULAÇÃO

Criada a Grande Loja Unida da Inglaterra – GLUI suas cerimônias basearam-se nos métodos de trabalho dos “antigos” que se autodenominavam maçons de “York”.

O Real Arco passa a ser aceito e funciona em Capítulos separados, porém ligados, a potência principal. Ainda segundo ANATOLY após a unificação foi criada uma Loja de Reconciliação de forma a produzir um ritual padrão a ser usada por toda a obediência.

Por dois anos esta Loja deliberou sobre a forma correta de praticar as cerimônias sendo que em 1816 suas recomendações foram aceitas pela Grande Loja e sua prática determinada para todas as Lojas.

Tradicionalmente a GLUI não permite a impressão de qualquer ritual, sendo seu conteúdo passado somente oralmente, o que de certa forma ocasionou pequenas alterações locais.

De qualquer modo após três anos de apresentações ininterruptas o ritual foi praticamente padronizado em toda a Inglaterra.

No Ritual de Emulação dá-se muita importância para a exatidão das posturas, das falas e dos sinais. Exige-se que todas as falas sejam feitas de cor e bem encenadas, o que confere um ar de elegância e dignidade especial às cerimônias.

Em relação ao Rito York (o americano, naturalmente) ressalta-se grandes diferenças na indumentária e na disposição do mobiliário da Loja:

No York o mestre sempre usa chapéu (tipo Bonaparte), o avental não tem os círculos ou taus de distinção de grau. O cargo de mestre de cerimônias chama-se Marechal, e não existe a figura do guarda interno.

O livro sagrado fica aberto em uma mesa triangular no centro da sala rodeada por 3 candelabros, no lugar onde o Emulation recomenda a colocação da tábua de delinear. Diferente do que muita autoridade maçônica no Brasil acredita, o Ritual do Rito York nos graus simbólicos (os três primeiros) é muito diferente dos rituais ingleses atuais (em especial do Ritual de Emulação), pois foi criado a partir do Ritual praticado pela extinta Grande Loja dos "Antigos", e sofreu muitas alterações desde então.

E enquanto o rito inglês é eclético, o Rito York exige que o candidato seja cristão, para que possa atingir os mais altos graus - vide Duncan's Monitor (York) e Emulations First Degree , um dos motivos pelo qual , eu Mestre Reinaldo , sempre tenho apontado a atenção em muitas oficinas e encontrar-me sempre em esparrelas as quais já foram abolidas de meu proceder em deliberações dentro ou fora de lojas maçônicas .

Onde é mais comum o Ritual de Emulação???

O ritual de Emulação é o mais adotado na Inglaterra. E lá, concorre com rituais muitíssimos parecidos, que são patrocinados por outras Lojas de Instrução, tais como Stanford, Bristol, Stability, Taylor's, etc. Na prática a diferença entre esses rituais ingleses são apenas algumas palavras em todo o cerimonial.

De uma forma geral diz-se que o Ritual na Inglaterra é simplesmente o *Craft*.

É o mais comum também em outras ex-possessões inglesas, tais como Índia, Nova Zelândia e Austrália. Nos EUA, no entanto, apenas algumas poucas lojas adotam esse Ritual.

Desta forma com o trabalho constante da Loja Emulação de Aperfeiçoamento funciona como “curadora” do emulation ritual em todo o mundo, não interferindo na autonomia das Potências ou Lojas, no caso do sistema Inglês, quanto às adaptações julgadas necessárias, porém garantindo condições de uniformidade ao nortear todas as práticas ligadas ao ritual, desde 1823.

Antes, porém para não encerrar a extravias de cultura e informação, aqui exporei definições para: Ritual:

Ritual é o conjunto de práticas consagradas por tradições, costumes ou normas, que devem ser observadas de forma invariável em determinadas cerimônias, sim é uma cerimônia através da qual se atribuem virtudes ou poderes inerentes à maneira de agir, aos gestos, às fórmulas e aos símbolos usados, suscetíveis de produzirem determinados efeitos ou resultados. É um processo continuado de atividades organizadas cuja prática está relacionada a ritos, que envolvem cultos, doutrinas e seitas, encontrados não só na vida religiosa, mas em todas as esferas culturais.

No sentido figurado ritual é uma rotina, aquilo que habitualmente se pratica, é uma etiqueta, uma regra, um estilo usado no trato entre as pessoas.

Rito

Para nós aqui, importa a sua definição em seu sentido explícito, não completo, mas congruente com a nossa Arte real, que seria a Pratica da Augusta Maçonaria em nossas vidas, segue a definição:

• Conjunto do que se faz por hábito, por costume; rotina: ritos de trabalho.

• Reunião de normas estabelecidas socialmente: ritos de passagem.

• Reunião dos preceitos cerimoniais através dos quais os graus secretos da maçonaria são comunicados; reunião de cerimônias maçônicas.

Quem aprende convosco, meus irmãos...

REINALDO DE FREITAS LOPES - M.M

Obreiro da maçonaria universal e especulativa, zelador de meus direitos e senhor de minhas ideias e se reconhecido ou não por algum irmão, ainda assim não sou ele, sou eu e a ele estou sempre:

Em Pé e a Ordem.

Recebam todos o meu Tríplice e Fraterno Abraço!

A Fonte: Minhas Pranchas sempre são oriundas de pesquisas e debates na internet.






|(62) 98400-1233

"Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em União!"

© Maçonaria Online | Todos os direitos reservados

Maçonaria Online - Início

Entre em contato conosco!